O Land Rover de Bob Marley restaurado e de volta ao museu do rei do reggae


Bob Marley não é um cara que você associa naturalmente aos carros — você pensa em reggae, rastafári, dreadlocks, futebol e ervas quando seu nome é citado, mas não em um carro. 


Mas saiba que Bob Marley já teve um Land Rover Defender – e ele acaba de ser restaurado depois de três décadas abandonado. A matéria é do site FlatOut! (um site muito legal dedicado a falar de carros), então se você gostar de automóveis não se esqueça de dá uma conferida no site.

Bob Marley não é um cara que você associa naturalmente aos carros — você pensa em reggae, rastafari, dreadlocks, futebol e ervas quando seu nome é citado, mas não em um carro. Por isso ficamos surpresos ao descobrir que ele teve um BMW “Série 7” e um Land Rover Série 3 1976 — uma geração anterior do carro que hoje conhecemos como Defender.

Pois é, o Rei do Reggae era dono de um Defender, que acaba de ser totalmente restaurado e voltou a ser novo em folha – bema tempo para comemorar os 70 anos do jamaicano mais famoso do planeta.

Quer dizer, “restaurado” não é bem a palavra: o utilitário foi “rasta-rado” – trocadilho usado pela equipe que deu uma nova vida à picape Defender Series III do homem que levou o reggae para os quatro cantos do mundo.

Land Rover Defender do rei do reggae sendo removido para ser rasta-rado pela ATL Automotive.



Agora, a verdade é que Bob Marley não ligava muito para carros. Ele até teve um BMW New Six E3, também conhecido como BMW Bavaria, que é o precursor do carro que hoje chamamos de Série 7. Era o carro mais luxuoso da marca nos anos 1970, mas Marley fazia questão de explicar que não era por isso que ele havia comprado um.

Bob Marley e sua BMW New Six E3,
também conhecido como BMW Bavaria 
“Eu tenho um BMW”, ele teria dito em 1977. “Mas só porque BMW também pode ser ‘Bob Marley and the Wailers’, e não porque eu preciso de um carro caro.”
Aparentemente o fato de lembrar o nome de sua banda não foi o bastante, e por isto Bob decidiu trocar o sedã alemão por algo mais rústico e robusto. A Land Rover operava oficialmente na Jamaica desde 1976, e Bob Marley decidiu comprar um Defender Series III. “Agora eu dirijo um jipe. Um jipe velho, para ninguém ficar dizendo por aí que eu tenho um BMW”, teria dito músico em 1980.

De qualquer forma, o Defender realmente fez parte da vida de Bob Marley, que morreu de câncer em maio de 1981. Seu filhos (ele tinha 11, pelo menos), sempre iam à escola na caçamba do Land Rover, que ficou guardado por mais de 30 anos na antiga casa do cantor em Kingston, capital Jamaicana, que se tornou um museu dedicado a sua memória.

O carro não foi recuperado, não recebeu cuidados e nem tinha motor, mas agora voltou a sua antiga forma graças a uma minuciosa restauração feita como parte das celebrações dos 70 anos do nascimento do músico.

Os responsáveis foram os especialistas da oficina jamaicana ATL Automotive, que é a representante oficial da Land Rover do país. O carro chegou até o galpão da ATL em Kingston, em estado lamentável: havia ferrugem por todos os cantos da carroceria, que havia há muito perdido o brilho da pintura azul original; a grade estava quebrada; os painéis, todos desalinhados, e não havia nem motor.

Veja o estado que o carro se encontrava antes da "Rastaração".



Ao desmontar o carro, o prospecto não era muito melhor: o chassi, por mais robusto e simples que fosse, também estava bastante danificado pelos anos de corrosão.

O trabalho foi coordenado pelo mecânico chefe da Jaguar Land Rover, Stephen James, e exigiu que componentes fossem trazidos de todas as partes do mundo – de um motor novo, que por algum motivo muito louco veio da Etiópia, na África, a partes da carroceria, que foram trazidas de vários cantos da Inglaterra. Contudo, cerca de 20% do Defender foi feito do zero, artesanalmente, pelos caras da ATL.

Foi um dos maiores desafios já enfrentados pela equipe, e o projeto todo levou dois anos. O Defender foi apresentado no dia 6 de fevereiro de 2015 – exatamente no dia em que Bob Marley faria 70 anos de idade.

Assista como foi a rastaração do Land Rover Defender de Bob Marley.



Os descendentes de Bob Marley participaram do processo: Cedelle Marley, filha do cantor, ajudou a desenhar o padrão do revestimento dos bancos, que incorpora as cores da bandeira da Jamaica e da filosofia rastafári.

Rohan Marley acompanhou o processo de perto por ter se tornado um fã do Defender graças ao pai, e hoje é dono de um exemplar fabricado em 2001. A exemplo de Bob, Rohan o utiliza para percorrer as estradas jamaicanas – que raramente estão em boas condições – cuidando de suas plantações de café.

O Defender Series III de Bob Marley deverá voltou para a casa do cantor depois de fazer uma pequena tour pela ilha caribenha, ainda em comemoração ao aniversário de 70 anos de seu ilustre dono.

Confira fotos de antes e depois da rastaração e veja como ficou esse carro que tem muita história!



[ Fotos e créditos: Sandals Resorts International, FlatOut!, Land Rover e ATL Automotive ]