Jamaica prepara comemoração pelos 70 anos do nascimento de Bob Marley



O governo da Jamaica programou para fevereiro diversas atividades para comemorar o que teria sido o 70º aniversário de Bob Marley, o maior ícone da música reggae.

"Fui perguntado muitas vezes sobre qual é o valor do reggae, o que significou Bob Marley para a Jamaica e o turismo da ilha, e sempre respondi que é incalculável", disse nesta quinta-feira o ministro de Turismo e Entretenimento da Jamaica, Wykeham McNeill.
A lenda do reggae, que morreu em 1981 em Miami, aos 36 anos, completaria 70 anos em 6 de fevereiro deste ano. Natural da Jamaica, trata-se de um dos músicos que mais discos vendeu na história e a celebridade mais conhecida tanto do país natal, como da música reggae e do movimento rastafári.

Segundo explicou McNeill, no próximo dia 6 de fevereiro será realizado um simpósio no Museu de Bob Marley na cidade jamaicana de St. Andrew para debater sobre a influência do artista no reggae, a moda, a maconha e a economia do país caribenho.
No dia seguinte, o público poderá desfrutar de um show gratuito com artistas de reggae locais e internacionais no píer da capital, Kingston, para lembrar a figura de um artista que chegou a receber em vida a Medalha de Paz da ONU (1978).

Também está prevista uma partida de futebol com celebridades no final de fevereiro que levará o nome "One Love", em referência a uma das músicas mais famosas do cantor, que faz parte do Hall da Fama do Rock e conta com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

"Essas são as conquistas de um grande homem. Esses reconhecimentos não são de uma pessoa qualquer e devemos dar crédito a ele por tudo o que alcançou. O que engrandeceu Bob foi a transcendência de suas canções. Ele falava de temas que tocavam a vida de um homem comum", disse o ministro.

Fonte: yahoo.com