André Sampaio deixa a banda Ponto de Equilíbrio para se dedicar a trabalho solo



Na noite de quarta-feira (30) foi anunciada a saída do guitarrista André Sampaio da banda Ponto de Equilíbrio, a banda agradeceu e falou que desde sua fundação em 1999 a participação do André foi sempre de fundamental importância para que a banda se tornasse o que é. Desejaram também muitas bênçãos e prosperidade, falando que a partir daí ele iria se dedicar ao seu trabalho solo "André Sampaio e os Afromandinga". A noticia foi dada pela a página oficial da banda. Já no dia 02 foi publicada uma outra nota de agradecimento e confirmação de sua saída, dessa vez por ele em sua página oficial.

Leia o post feito pelo o André na página André Sampaio e os Afromandinga.

Saudações a tod@s!

Venho escrever esse post para confirmar o fim de meu ciclo ao lado do Ponto de Equilíbrio e o inicio de meu novo ciclo dedicado a meu trabalho solo André Sampaio & Os Afro Mandinga. Ao longo desses 15 anos aprendi e vivi muitas coisas fortes, bonitas e verdadeiras com minha família que Olorum (Deus) colocou em meu caminho. Só tenho a agradecer a meu irmão Marcio Sampaio e meus irmãos de Vila Isabel Marcelo Campos e Helio Bentes (Helio Bentes), bem como o restante da família Tiago Silva e Pedro Pedrada, Lucas Kastrup e Rodrigo Fontenele, que depois veio se juntar a meus amigos de infância e adolescência e formar a banda que nos fez viver um sonho: o de fazer musica reggae no Brasil.

Muitas conquistas, batalhas e barreiras vencidas, 4 discos, 1 DVD, turnês pelo o Brasil, Europa e Africa, com a musica que acreditamos sendo ouvida mundo afora... Nem nos nossos melhores sonhos poderíamos imaginar que aquela galera se juntando num quarto na rua Engenheiro Gama Lobo, em Vila Isabel, iria dar nisso tudo. E assim como temos a hora de chegar, ha também a hora de partir.

O Ponto foi minha grande escola na musica e a partir de onde comecei minhas viagens e caminhos pelas africanidades no Brasil e em Africa. Agora que assumo a direção de vivenciar, divulgar e promover mais esse meu trabalho junto a um time também maravilhoso e cheio de talentos que são Os AfroMandinga, não me esqueço jamais donde vim e o que me fez ser quem eu sou. O Ponto de Equilíbrio sempre estará em mim assim como eu também sempre estarei no Ponto, mesmo que não fisicamente.

Quero agradecer a todos que de alguma forma contribuíram nessa minha caminhada até aqui com o Ponto e nas aventuras que fiz em paralelo também, todos que trabalharam conosco divulgando, produzindo shows, entrevistas, vídeos e um agradecimento especial a todos que trabalharam na equipe do Ponto durante esses 15 anos, produtores, roadies, técnica, merchandising, empresários, TOD@S!!!

O agradecimento mais especial vai para @s amig@s, fãs, familiares e tod@s que, mesmo as vezes lamentando minha saída da banda, me incentivam e desejam boa sorte e caminhos abertos nesse novo desafio em minha vida! Vocês não tem ideia o quanto a força e o carinho de tod@s vocês é importante pra mim nesse momento!!

Espero agradecer com musica e muita energia positiva, em shows, discos e muitas novidades que vem por ai! Que O Senhor do Branco estenda seu ala de paz e prosperidade em nossos caminhos!!
Olorum Modupe! Anitche!! Obrigado!! Axe!!

UM POUCO SOBRE ANDRÉ SAMPAIO:

Com alguns dos fraseados de guitarra mais marcantes da atual música brasileira, André Sampaio é conhecido do grande público como guitarrista e compositor da banda de reggae Ponto de Equilíbrio.

Suas influências, claramente blues-jazzísticas, se fundiram à guitarra do roots reggae jamaicano, somando a elas suas experiências e pesquisas em viagens pelo Brasil, Europa e África, tocando com grandes nomes da música nacional e internacional. Após realizar uma tournée em Portugal, com uma banda formada por grandes nomes da cena afro-européia e sucessivas viagens de intercâmbio em África, entre Mali, Burkina Faso e Mocambique, André Sampaio finaliza seu trabalho solo, um ano após o lançamento do seu primeiro EP “Bumaye!”.

É a música mandinga (povo mandengue, Mali, Burkina Faso, Guiné, Senegal) misturada ao afrobeat, aos tambores de terreiro, Dub, Samba e todas as influências musicais que fazem parte dos seus 12 anos de carreira e formam a identidade musical e a pegada marcante da guitarra em suas composições e interpretações.

Agora só podemos aguardar e acompanhar o artista nessa nova empreitada e torcer para que a banda possa encontrar um artista a nível desse.